Erros comuns no WordPress a serem evitados

Divulgação: Nosso site é mantido por leitores. Quando você compra um serviço ou produto por meio de nossos links, às vezes ganhamos uma comissão de afiliado. Saiba mais.

Ao criar um site WordPress, todos cometem erros. No entanto, cada erro é uma oportunidade de aprendizado que ajuda você a crescer. Ao configurar nossos próprios sites e ajudar outras pessoas, existem alguns erros comuns do WordPress a serem evitados para economizar tempo, dinheiro e expandir seus negócios com mais eficiência. O objetivo é ajudá-lo a aprender com os erros de outras pessoas ao criar seus próprios sites.

01.

Escolher a plataforma errada:

O maior erro que as pessoas cometem ao começar é escolher a plataforma de blog errada. Basicamente, existem dois tipos de WordPress. Primeiro, existe o WordPress.com, que é um serviço de hospedagem de blogs, e também o WordPress.org, que é a famosa plataforma WordPress auto-hospedada que todo mundo adora.

Você precisa começar com o WordPress.org auto-hospedado, pois ele fornece acesso a todos os recursos necessários imediatamente.

02.

Comprar mais do que você precisa:

Para começar com um site WordPress, você precisa de um nome de domínio e hospedagem WordPress. O desafio é que muitos registradores de domínio e provedores de hospedagem tentam vender outros serviços. Isso confunde os pequenos empresários que estão apenas começando.

Os serviços complementares podem incluir proteção de privacidade, contas de email extras, serviços de segurança e muito mais.

Você pode pular todas essas coisas e economizar dinheiro para gastar no crescimento de seus negócios. Se você decidir posteriormente que precisa desses serviços, poderá sempre comprá-los na sua empresa de hospedagem.

Você também precisa escolher o plano de hospedagem certo para o seu site. Para 90% dos sites que estão apenas começando, uma conta de hospedagem compartilhada é suficiente para você começar.

03.

Não configurar backups automatizados:

A cada ano, bilhões de dólares em danos são causados ​​por perda de dados. Quase todos os sites na Internet são propensos a acidentes, roubo, tentativas de hackers e outros desastres.

Sua linha de defesa mais poderosa contra essas ameaças são os backups automatizados. Sem um backup, você pode perder todos os seus dados do WordPress, e seria muito difícil recuperá-los (às vezes até impossível).

A configuração de backups é extremamente fácil e existem excelentes plugins de backup do WordPress disponíveis no mercado. Depois de configurar um desses plugins de backup, eles criarão automaticamente backups para você.

A segunda parte deste erro não é armazenar arquivos de backup em um local remoto. Muitas pessoas armazenam seus backups do WordPress em seu servidor de hospedagem na web. Se eles perderem os dados do site, também perderão os backups.

Guarde seus backups no serviço de armazenamento em nuvem, como Google Drive, Dropbox, etc. Plugins de backup como o UpdraftPlus podem fazer isso automaticamente por você.

04.

Não configurar o Google Analytics:

Se você deseja expandir seus negócios com confiança, precisa saber como as pessoas encontram e usam seu site. É aí que o Google Analytics pode ajudar.

Recomendamos o uso do MonsterInsights , o plug-in mais popular do Google Analytics para WordPress. Isso economiza seu tempo durante a instalação e mostra as estatísticas que importam, diretamente dentro do painel do WordPress.

Se você não quiser o MonsterInsights Pro, também há uma versão gratuita do MonsterInsights disponível para começar.

05.

Não configurar um formulário de contato:

Não configurar um formulário de contato é outro erro facilmente evitável que muitos iniciantes cometem. Sem um formulário de contato, os visitantes do seu site não poderão entrar em contato com você, o que pode fazer com que você perca oportunidades significativas.

Você verá uma página de contato em quase todos os sites populares. É uma das páginas mais importantes que todo site precisa ter.

O WordPress não vem com um formulário de contato embutido, mas existem muitos plugins excelentes de formulário de contato do WordPress disponíveis para você usar.

Recomendamos o uso do WPForms Lite, que é a versão gratuita do popular plugin WPForms usado por mais de 2 milhões de sites.

06.

Não construir uma lista de e-mails:

Você sabia que mais de 70% das pessoas que visitam seu site nunca mais voltarão?

Se você não está construindo sua lista de e-mails, está basicamente perdendo dinheiro com cada visitante que sai do site. A conversão de visitantes do site em assinantes de e-mail permite trazer esses usuários de volta ao seu site.

Você precisará de um serviço de marketing por e-mail para configurar sua lista de e-mails. Recomendamos o uso do Mailchimp.com, porque são uma das melhores empresas de marketing por e-mail do mercado, com uma plataforma muito amigável para iniciantes e melhor ainda é grátis para até 2 mil assinantes.

07.

Não escolher o tema certo para o WordPress:

Um dos maiores desafios que os iniciantes do WordPress enfrentam é escolher o design certo para o seu site.

Com milhares de temas WordPress disponíveis, um iniciante comum tenta vários temas antes de escolher o caminho certo, e esse processo pode até levar o usuário a reconstruir seu site várias vezes.

Para evitar isso, recomendamos escolher o tema WordPress certo desde o início e segui-lo.

Isso permite que os visitantes do seu site se familiarizem com ele, sua marca e seu estilo único. A consistência e a continuidade do seu design causam um grande impacto no reconhecimento e conscientização da sua marca.

Bem, quando se trata de design, preferimos a simplicidade do que o brilho. Você precisa escolher um tema WordPress bonito, porém simples, que preste atenção nos seguintes itens:

  • Ele deve ter a mesma aparência em todos os dispositivos (computador, celular e tablets).
  • Deve ser fácil de personalizar e flexível para se adaptar às suas necessidades.
  • Ele deve funcionar com plugins populares e construtores de páginas do WordPress.
  • Deve ser otimizado para desempenho e velocidade.

Agora entendemos que, como um usuário não técnico, talvez você não consiga verificar todas essas coisas sozinho, mas faça o melhor possível.

Dica de leitura: Temas WordPress Pagos Ou Gratuitos? Qual Escolher?

Indicação: WP Avenger Tema Profissional Para WordPress

08.

Ignorar as atualizações do WordPress:

Muitos iniciantes e até mesmo usuários experientes do WordPress que não instalam atualizações em seus sites. Muitos deles acreditam que isso causará erros e poderá danificar seu site.

Isso não é verdade.

Você pode atualizar o WordPress com facilidade e segurança sem quebrar o seu site. Ao não atualizar o WordPress, você deixa seu site vulnerável a violações de segurança enquanto usa software desatualizado.

Não é apenas o WordPress, seu tema e plugins do WordPress também lançam atualizações regularmente para correções de bugs, patches de segurança e novos recursos.

09.

Não otimizar seu site para SEO:

Muitos usuários do WordPress confiam em suas melhores suposições quando se trata de promover seus sites. Alguns ignoram completamente o SEO, enquanto outros o fazem sem entusiasmo.

O SEO (Otimização de mecanismos de pesquisa) ajuda você a ter uma classificação mais alta nos mecanismos de pesquisa, para que mais usuários possam encontrar seu site.

Os motores de busca são a maior fonte de tráfego para a maioria dos sites. SEO é crucial para o sucesso do seu negócio online.

Dicas de leitura:

10.

Não usar categorias e tags corretamente:

Outro grande erro é não usar categorias e tags corretamente. Alguns usuários acabam usando categorias nas quais deveriam ter usado tags e vice-versa.

Vimos sites com dezenas de categorias e sem tags. Vimos sites usando centenas de tags e nenhuma categoria.

Basicamente, as categorias são o índice do seu site. Se o seu site fosse um arquivo, as categorias seriam suas gavetas.

Por outro lado, as tags são como a página de índice. Se o seu site fosse um arquivo, as tags seriam os rótulos das pastas de arquivos individuais.

11.

Não usar posts e páginas corretamente:

Às vezes, os usuários iniciantes do WordPress acabam usando posts para criar páginas importantes do site. Da mesma forma, alguns usuários acabam usando páginas de artigos quando deveriam ter usado postagens.

Muitos usuários percebem seu erro depois de um tempo, quando seu site se torna difícil de gerenciar.

Basicamente, as páginas são para páginas estáticas que não mudam frequentemente, como sobre contato, política de privacidade etc.

Por outro lado, as postagens são para conteúdo baseado em tempo, como notícias, atualizações, artigos e blogs.

12.

Não Escolher A estrutura certa de URL (Permalinks):

Selecionar as definições de URL direito (estrutura permalink) para o seu site é realmente importante. Alterar sua estrutura de URL posteriormente não é fácil e pode ter um impacto significativo no tráfego do site.

Recomendamos ir para a página Configurações »Links permanentes na sua área de administração do WordPress e escolher uma estrutura de URL que mostre seu nome de postagem no URL.

Configurando os Links Permanentes
13.

13. Ignorar a velocidade e o desempenho do site:

O tempo de atenção humana está diminuindo rapidamente e os usuários desejam gratificação instantânea. Com conexões mais rápidas à Internet, seus usuários consideram alguns segundos extras de tempo de carregamento da página extremamente lentos.

E não são apenas usuários, até os mecanismos de pesquisa classificam os sites mais rapidamente com os resultados mais altos. Ao ignorar a velocidade e o desempenho do site, você arrisca a experiência do usuário e as classificações de pesquisa.

É por isso que você precisa garantir que seu site seja carregado rapidamente.

14.

Não escolher os plugins certos:

O verdadeiro poder do WordPress vem com seus plugins. Existem milhares de plugins gratuitos do WordPress que você pode instalar com apenas alguns cliques.

No entanto, nem todos os plugins são bons. De fato, alguns plugins são ruins e podem afetar o desempenho e a segurança do seu site. Muitas vezes, os usuários acabam baixando plugins de fontes não confiáveis ​​que distribuem malware oculto.

Aqui estão algumas coisas que você deve ter em mente ao escolher plugins:

  • Instale apenas plugins de WordPress.org ou empresas WordPress com boa reputação.
  • Procure análises de plugins e fóruns de suporte, pois eles são um bom indicador da qualidade de um plugin.

Confira: Plugins essenciais para melhorar seu site WordPress

15.

Ignorar as melhores práticas de segurança do WordPress:

Muitos usuários não tomam nenhuma medida de segurança para reforçar a segurança do WordPress. Alguns acreditam que o site é muito pequeno e não será direcionado por hackers.

Os hackers atacam sites indiscriminadamente. Por exemplo, eles podem usar seu site para distribuir malware, ataques de força bruta, roubar dados e muito mais.

Ao não proteger seu site, você pode perder as classificações de pesquisa, os dados do site e/ou as informações do cliente. Isso pode custar-lhe muito dinheiro e dor de cabeça.

Você precisa seguir as práticas recomendadas de segurança e criar camadas de segurança em torno do seu site WordPress. Não leva muito tempo, e você não precisa de nenhuma habilidade especial para fazer isso.

Leitura recomendada: Proteja Seu Site WordPress Contra Hackers Modernos

16.

Alterar a URL do site e perdendo todo o tráfego:

Quantos de vocês odiaram o primeiro domínio que registraram e queriam se afastar dele quando levaram a sério os blogs? Sim, isso acontece com todos nós.

Embora você possa alterar o URL ou o nome do domínio do site, ele tem um impacto significativo no SEO. O que torna as coisas ainda piores é quando você alterna URLs sem tomar as devidas providências.

Você precisa configurar os redirecionamentos adequados, informar o Google sobre a alteração e adicionar o novo domínio ao Google Search Console.

17.

Não remover o conteúdo de demonstração do WordPress:

Muitas pessoas não excluem o conteúdo de demonstração padrão adicionado por uma nova instalação do WordPress. Isso inclui uma página de amostra, uma postagem intitulada ‘Hello World‘ e um comentário padrão.

A não remoção desse conteúdo permite que os mecanismos de pesquisa os indexem. Agora, se você pesquisar o texto no conteúdo demo no Google, encontrará centenas de milhares de páginas. Isso é conteúdo duplicado e os mecanismos de pesquisa penalizam o conteúdo duplicado como páginas de baixa qualidade.

Da mesma forma, muitas pessoas não alteram a linha de tag padrão do WordPress que diz “Apenas mais um site WordPress“.

Você precisa excluir todo o conteúdo padrão e a linha de tag, pois eles parecem pouco profissionais e criam uma impressão ruim.

18.

Não configurar moderação de comentários:

O spam de comentários é irritante e pode fazer sua marca parecer ruim. Muitos iniciantes têm seus blogs configurados para publicar automaticamente todos os novos comentários sem moderação.

Isso significa que comentários de spam com links para malware e sites de baixa qualidade podem ser publicados no seu site sem o seu conhecimento. Isso pode danificar seus rankings de pesquisa e a reputação do seu site.

Você sempre deve manter a moderação de comentários ativada em todos os seus sites WordPress. Simplesmente vá para Configurações »página de discussão e marque a caixa ao lado da opção “Um comentário deve ser aprovado manualmente“.

Depois disso, você precisa fazer parte da sua rotina verificar e aprovar comentários em seu site.

19.

Não otimizar suas imagens para a Web:

As imagens são essenciais na criação de um site altamente atraente. No entanto, eles também são mais pesados ​​em tamanho de arquivo do que em texto sem formatação.

Se você estiver adicionando imagens ao seu site sem otimizá-las, isso afetará a velocidade do site.

Você precisa criar o hábito de salvar suas imagens otimizadas para a web. Você pode usar o Photoshop, GIMP (gratuito) ou outras ferramentas online para reduzir o tamanho do arquivo de imagem antes de enviá-lo.

20.

Salvar código desnecessário no arquivo de funções do tema:

Outro erro comum que geralmente encontramos é quando as pessoas adicionam muitos trechos de código no arquivo functions.php do tema.

O arquivo de funções foi desenvolvido para se comportar como um plugin, mas não é o local ideal para todos os tipos de trechos de código. Você perderá essas modificações quando alternar o tema. Você pode até esquecer que adicionou algum código depois de um tempo.

Recomendamos apenas adicionar código no arquivo de funções do seu tema se o código estiver relacionado à alteração de algo com esse tema específico.

21.

Ficar bloqueado editando o arquivo de funções na área de administração do WordPress:

Outro erro irritante que é bastante comum é quando as pessoas editam o arquivo de funções dentro da área de administração do WordPress.

Por padrão, o WordPress vem com um editor de código interno para editar arquivos de temas e plugins no WordPress. Geralmente, os iniciantes acabam quebrando o site ao adicionar ou remover código usando esses editores.

Mesmo que o WordPress tenha adicionado funcionalidade para capturar erros fatais e não salvá-los. Você ainda pode se trancar e tornar seu site inacessível.

22.

Não configurar o Google Search Console:

Os dados são realmente importantes ao planejar uma estratégia para expandir seus negócios e website. Muitos usuários cometem o erro de não adicionar seu site WordPress ao Google Search Console por um longo tempo.

Isso significa que eles perdem dados importantes de pesquisa que podem ajudá-los a aumentar seu site.

O Google Search Console é uma ferramenta gratuita fornecida pelo Google. Ele permite que você veja como o site aparece nos resultados da pesquisa e corrija quaisquer problemas de indexação da pesquisa rapidamente.

Leitura recomendada: Aprenda tudo sobre o Google Search Console

23.

Usar Uncategorized como categoria padrão:

Muitas pessoas deixam Uncategorized como sua categoria padrão. O WordPress exige que todas as postagens sejam arquivadas em uma categoria e, quando nenhuma categoria é selecionada, ele adiciona automaticamente a postagem na categoria padrão.

Muitas vezes, os usuários esquecem de selecionar uma categoria para sua postagem e clicam no botão de publicação que publica essa postagem em Sem categoria.

24.

Não usar um endereço de e-mail de marca profissional:

Muitas pessoas estão enviando e-mails de suas contas do Gmail ou Hotmail enquanto defendem uma empresa que já possui um site.

Agora, como podemos ter certeza de que eles representam oficialmente essa empresa ou site?

Da mesma forma, se você tem um negócio e ainda está enviando e-mails comerciais para as pessoas a partir de uma conta de e-mail gratuita, as pessoas terão dificuldade em levá-lo a sério.

As pessoas não têm tempo ou habilidades para verificar se você é o proprietário real desse site ou empresa.

25.

25. Deixar um site público enquanto trabalha nele:

As pessoas geralmente deixam sites em construção acessíveis ao público. Isso não é muito profissional e pode prejudicar seus negócios.

Um site acessível ao público pode ser rastreado e indexado automaticamente pelos mecanismos de pesquisa a qualquer momento. Seus concorrentes podem encontrá-lo e roubar suas idéias. Seus clientes podem encontrá-lo e ver o site inacabado.

Existe uma solução mais fácil para evitar esse erro. Basta colocar seu site no modo de manutenção e adicionar uma página em breve para criar antecipação.

26.

Não aprender WordPress:

O WordPress é muito fácil de usar, mesmo para usuários não técnicos. Isso permite que muitos usuários continuem executando seus sites sem aprender mais sobre o WordPress.

Ao fazer isso, você perde a oportunidade de explorar os recursos incrivelmente úteis do WordPress. Coisas muito simples de implementar, mas que podem transformar seus negócios.

Aprender o WordPress é bastante fácil, principalmente quando você já tem um site em execução. Explore diferentes seções do WordPress, experimente novos plugins, saiba mais sobre SEO e email marketing.

Conclusão

Conclusão

Usar o WordPress para gerenciar seu site é uma ótima ideia. Embora o WordPress possa ser uma ferramenta poderosa, também é uma plataforma fácil de cometer erros, especialmente se você é iniciante. Não seja vítima desses erros comuns.

Divulgação: Nosso site é mantido por leitores. Quando você compra um serviço ou produto por meio de nossos links, às vezes ganhamos uma comissão de afiliado. Saiba mais.
Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que todos os comentários são moderados de acordo com nossa política de privacidade e todos os links são nofollow. NÃO use palavras-chave no campo do nome. Vamos ter uma conversa pessoal e significativa.

      Deixe uma Comentário

      Sua pontuação total

      Melhor Hospedagem de Sites
      Logo
      Enable registration in settings - general